ENADE

Neste post você saberá tudo sobre o Enade:

– O que é?

– É obrigatório ou facultativo?

– Quais são os instrumentos do Enade?

– Quais cursos serão avaliados?

– Como é a prova?

– Como funciona a plataforma Foca na Vaga?

O que é o Enade?

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação. O exame é obrigatório e a situação de regularidade do estudante no Exame deve constar em seu histórico escolar.

A primeira aplicação do Enade ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima da avaliação é trienal para cada área do conhecimento. Os resultados do Enade, aliados às respostas do Questionário do Estudante, constituem-se insumos fundamentais para o cálculo dos indicadores de qualidade da educação superior: Conceito Enade, Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), todos normatizados pela Portaria Normativa GM/MEC nº 840, de 24 de agosto de 2018 – (*) Republicada. Esses indicadores mensuram a qualidade dos cursos e das instituições do país, sendo utilizados tanto para o desenvolvimento de políticas públicas para a Educação Superior quanto como fonte de consultas pela sociedade.

O Enade é obrigatório?

O Enade constitui-se componente curricular obrigatório, conforme disposição do art. 5º, § 5º, da Lei nº. 10.861/2004, sendo inscrita no histórico escolar do estudante somente a situação regular com relação a essa obrigação. A situação de irregularidade do estudante junto ao Enade irá ocorrer quando o estudante: não comparecer ao Exame, e não obter dispensa oficial conforme referência normativa; não preencher o Questionário do Estudante; tiver o registro de participação indevida na prova.

Quais são os instrumentos do Enade?

A realização do Enade abrangerá a aplicação dos seguintes instrumentos:

Prova; Questionário do Estudante: destinado a levantar informações que permitam caracterizar o perfil dos estudantes e o contexto de seus processos formativos, relevantes para a compreensão dos resultados dos estudantes no Enade;

Questionário de Percepção de Prova: destinado a levantar informações que permitam aferir a percepção dos estudantes em relação à prova, auxiliando, também, na compreensão dos resultados dos estudantes no Enade;

Questionário do Coordenador de Curso: destinado a levantar informações que permitam caracterizar o perfil do coordenador de curso e o contexto dos processos formativos, auxiliando, também, na compreensão dos resultados dos estudantes no Enade.

Quais cursos foram avaliados pelo Enade 2019?

O Ministério da Educação define, anualmente, as áreas propostas pela Comissão de Avaliação da Educação Superior (Conaes), órgão colegiado de coordenação e supervisão do Sinaes. A periodicidade máxima de aplicação do Enade em cada área será trienal. Segundo a Portaria nº 840/2018, atualmente vigente, o Enade 2019 avaliará os cursos do Ciclo Ano I: a) Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Agrárias, Ciências da Saúde e áreas afins; b) Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Engenharias e Arquitetura e Urbanismo; e c) Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança. Cabe ressaltar que os cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Engenharias e Arquitetura e Urbanismo foram avaliados em 2017 e serão, segundo Portaria nº 840/18, avaliados novamente em 2019, o que não observaria o triênio.

Como é a prova do Enade?

A prova do ENADE é composta por 40 questões, sendo 10 de Formação Geral (25%) e 30 de Formação Específica (75%) e será aplicada, provavelmente, em novembro deste ano. Analisando as provas anteriores, quanto ao conteúdo de Formação Geral, levantamos os seguintes dados: cerca de 40% abordaram temas nacionais, 17% temas mundiais e 43% temas gerais; 20% das questões abordaram o tema de Políticas Públicas, principalmente a questão de mobilidade/transporte; 10%  envolviam temas relacionados a arte e cultura, avanços tecnológicos, ecologia, relações de trabalho e diversidade. Sobre o formato das questões: 77% das questões analisadas são baseadas em textos/charges e 23% tabelas e gráficos, entre as questões baseadas em texto, 14% são extraídas de livros, 9% extraídas da Folha de São Paulo e 9% do Estado de São Paulo.

Quando será realizada a prova do Enade?

Observando os cronogramas dos anos anteriores, a prova sempre foi aplicada no último domingo do mês de novembro, o que pode ser mantido nas próximas edições.

Precisa de ajuda? Fale conosco